Intolerantes à Lactose devem ter atenção ao rótulo

08 Abr de 2022 - Rótulos

Intolerantes à Lactose devem ter atenção ao rótulo

É importante que as pessoas intolerantes à lactose façam a leitura do rótulo ao consumir algum produto. Isso garante que o consumidor saiba o que está comendo, sem sofrer os sintomas desconfortáveis da lactose.

 

Com a quantidade de produtos disponíveis no mercado, é normal que surjam dúvidas sobre como identificar se o alimento possui ou não lactose. Essa informação é essencial para pessoas que possuem intolerância à lactose porque podem ter sintomas intestinais desconfortáveis com quantidades mínimas deste açúcar e esses sintomas geralmente são instantâneos, assim que ingere o alimento.

 

É importante lembrar que a lactose é um tipo de açúcar que está presente no leite e nos derivados de leite. Portanto, um alimento lácteo como iogurte ou queijo terá a presença de lactose. Segundo a legislação, este tipo de produto contém quantidade de lactose superior a 100 miligramas por 100 gramas ou mililitros. Mas, é preciso prestar atenção ao rótulo do produto, pois muitos dos lácteos podem ser “zero lactose”.

 

De acordo com a legislação, para um alimento ser considerado “sem lactose” deve ter uma quantidade menor do que 100 miligramas a cada 100 gramas do produto. Essa concentração de lactose não causa danos a intolerantes.

 

Caso o produto não contenha a afirmação “zero lactose” na parte da frente do rótulo, é possível obter essa informação na parte de trás. Abaixo da lista de ingredientes, há outra lista que identifica os nutrientes que poderiam causar possíveis alergias ou intolerâncias aos consumidores. Normalmente, a frase começa com “contém:”.

 

 

Como declarar lactose no rótulo?

 

 

No caso de alimentos com 100mg até 1g/100g ou ml, deve vir escrito “Baixo Teor de Lactose ou Baixo em Lactose”. Nos alimentos com lactose em quantidade igual ou acima de 100mg/100g ou ml, deve vir no rótulo “Contém Lactose”. O mercado alimentício brasileiro tem 24 meses para se adaptar à nova regra.

 

Intolerantes à lactose fiquem de olho nos rótulos e etiquetas!

 

 

Intolerância à Lactose – a importância da informação no rótulo!

 


Intolerância à lactose é a incapacidade de digerir a lactose (açúcar do leite). O problema é resultado da deficiência ou ausência de uma enzima intestinal chamada lactase. Esta enzima possibilita decompor o açúcar do leite em carboidratos mais simples, para a sua melhor absorção.

 

 

Qual a diferença entre intolerância à lactose e alergia à lactose?

 

 

A alergia ao leite envolve mecanismos imunológicos contra as proteínas do leite (caseína, alfa-lactoalbumina, beta-lactoglobulina), enquanto a intolerância é um processo secundário à deficiência da enzima responsável pela digestão do principal açúcar do leite, a lactose.

 

Quais as reações (sintomas e sinais) de quem tem intolerância à lactose?

 

  • Dor e inchaço abdominal.
  • Diarreia.
  • Gases.
  • Azia.
  • Náusea.
  • Dor de cabeça.

 

 

Quem tem intolerância à lactose não pode comer o quê?

 

 

Embutidos e processados: Salsicha, nuggets, frios e comidas congeladas geralmente possuem lactose. Tem que evitar o consumo. Leite: O leite de origem animal e todos os seus derivados, como o queijo, a manteiga e os mais diversos tipos de cremes, não devem fazer parte do cardápio dos intolerantes à lactose. Até um simples bombom de chocolate ao leite pode fazer mal à saúde do intolerante à lactose.

 

Para confirmar o diagnóstico, o médico avalia o histórico do paciente, descarta outras doenças com sintomas semelhantes e pode pedir exames. O tratamento varia, mas envolve limitar o consumo de lácteo.

 

Sobre prevenção: Não há como conter a queda na produção da lactase. Contudo, vale lembrar que o bom funcionamento dos órgãos digestivos repercute na digestão da lactose.

 

Ou seja, a recomendação é investir num cardápio com verduras, frutas e cereais integrais, que facilitam o trânsito intestinal. O organismo mais saudável fica menos propenso a gases e cólicas, mesmo com a presença de lactose não digerida.

 

Infecções intestinais podem ocasionar o que os especialistas chamam de intolerância transitória. Nesses casos, tratar a infestação de germes é o caminho para restabelecer a fabricação da lactase e se livrar dos desconfortos ao ingerir leite e derivados. Por outro lado, medicamentos como os antibióticos fragilizam o intestino. Esses fármacos só devem ser usados com a recomendação do médico.

 

Para evitar problemas, dores e desconfortos, fique de olho nos rótulos e etiquetas dos produtos!

Embalagens Rio Preto

www.viaplastembalagens.com.br

Viaplast Embalagens em Rio Preto é uma empresa de venda de embalagens para qualquer tipo de negócio na região. Temos sacolas, papelão, marmitas, humburgueiras, materiais de limpeza entre uma variedade de produtos.

Bild Construtora Rio Preto

www.consultorabild.com.br

BILD uma das maiores construtora do interior paulista está em Rio Preto desde de 2020 oferecendo o melhor em empreendimentos de alto padrão. BILD Rio Preto Construtora, conheça!

Atraso de Voo Indenização

www.drairport.com.br

Dr. AirPort é especialista em direito de voo, atraso de voo, extravio de bagagem e voo cancelado. Nós conseguimos que eles cumpram seus direitos. Fale conosco.

Cobertura de Vidro em São Paulo - SP

www.personalvidrosecoberturas.com.br

Personal Vidro e Coberturas atua há mais de 15 anos oferecendo o melhor serviço e design em acabamentos com vidros da Grande São Paulo, Baixada Santista e São José dos Campos.

Logo Promom

A PROMOM é especializada na produção de etiquetas e rótulos de poliestireno para uso em contato direto e indireto com o alimento: etiquetas para frigoríficos, casas de carnes, açougues, laticínios, congelados e alimentos em geral. Produzimos também filme para etiquetas, filme para rótulos, laminado para etiquetas, laminado para rótulos, película para etiquetas, película para rótulos.

Informações de contato

Av. Bandeirantes, nº 4000, Jardim Santa Cecilia, CEP: 16902-040

pedidos@promom.com.br

Dúvidas? Fale com nosso atendimento

Clique para chamar no WhatsApp

Coletamos dados para melhorar o desempenho e segurança do site. Você pode conferir nossa Política de privacidade